Follow by Email

quarta-feira, 3 de setembro de 2008

I Love Paris

"I Love Paris" é uma das mais conhecidas composições de Cole Porter - músico de Jazz. É uma melodia muito agradável.
As suas composições são inconfundíveis. Cole Porter tinha o estilo dele. Ainda há pouco tempo, comprei um single de The Platters e, ao ouvir uma canção, de imediato suspeitei ter sido composta por Cole Porter. E não me enganei. Chama-se "In The Still of The Night".

Ora vamos ao tema:

Cole Porter "loved Paris".
Eu ainda não conheço Paris, mas conheço muitas músicas de Cole Porter - todas belas.
Cole Porter inspirou-se em Paris para criar uma música bonita, expressando o seu carinho pela capital francesa, em todas as épocas do ano, e de todas as maneiras.

E não é só Cole Porter que ama assim tanto Paris.
Deve mesmo ser um Cidade digna de ser bem visitada.
Espero visitá-la não daqui a muito tempo.

4 comentários:

Anónimo disse...

Para mim foi um sonho de muitos anos. Quando lá fui, reparei que, o sonho ficava muito aquém da realidade. É uma cidade linda, feita para encher os olhos de beleza e a cabeça de recordações.
Tem tudo o que as outras têm e muito mais. Luz, monumentos, cultura, romantismo. "Tem feiras da ladra" e grandes "magasins".Tem grandes monumentos e pequenas capelas lindas. Tem grandes Boulevards e ruas estreitinhas. Tem jardins floridos e um rio onde vive gente. Tem uma língua maravilhosa, feita para falar de amor. Tem miradouros de onde se vê toda a maravilha que Paris é.
Olha, tem tudo o que tu irás gostar.
E está sempre lá, à tua espera.
E não foi só Cole Porter que a cantou. Os cantores, fraceses ou não, cantam-na todos. Ela é a musa de todos os artistas, de todas as artes. Todos a amaram e amam.
Para mim, Paris, Continua a ser o sonho, sonhado muitos anos e, vou voltar, juro.
Beijo
Maria

Anónimo disse...

O Corvo perdeu o fôlego? Força camarada Vasco!
Beijo
Maria

Vasco disse...

O Corvo já recuperou o pio. Mas obrigado, na mesma, pelo incentivo. Beijos.

Anónimo disse...

O Doc dizia que ninguém deve morrer sem visitar Paris...
Saudades
Nemy