Follow by Email

terça-feira, 11 de agosto de 2009

Sem passe ou bilhete, ainda fica mais barato


Entrei hoje no autocarro da tarde, perto de uma estação de Metropolitano. Atrás de mim, veio um conjunto de mais de 12 pessoas (a maioria, crianças), que pareciam pertencer ao mesmo grupo. Enquanto reparava que o resto das cadeiras estavam a ser preenchidas e o autocarro enchia, logo na primeira paragem, pensava: Praia ao dia de semana, devem estar de férias. Tirando férias, não deve compensar tirar o passe; e, mesmo que tirem bilhetes individuais, a brincadeira há-de ficar cara, e ainda tiveram de apanhar outros transportes... Pensei: hoje em dia, quási toda a gente tem carro. Se fossem à praia de carro, sairia mais barato!
O autocarro já estava em andamento, a chegar a outra paragem, quando outra coisa me interrompeu estas reflexões: O tal grupo saiu em peso, pelas duas portas de saída do autocarro, e iam muito apressados. Entram três fiscais, (eu estava no banco dos parolos), sendo que uma funcionária se dirigiu mais rapidamente para o fundo do autocarro. Quando lhe vou para mostrar o passe por esta pedido, deu-me um ataque de riso! - A Senhora perguntou: - Por que é que o senhor se está a rir? Respondi-lhe: - Vocês deviam aparecer mais vezes, porque o autocarros andam cheios, e agora, já ficámos com mais espaço! Houve mais risos, inclusivamente, o da revisora.

3 comentários:

Anónimo disse...

Amigo Corvo,
Nos tempos que correm há dias para tudo e mais alguma coisa.
Porque não propor o "dia do chico-esperto"?
Seria mais do que justo, digo eu...
Saudades
Nemy

Maria disse...

Meu Corvo:
Belo post. Bem escrito, com graça, completo.
Quanto ao que se passou, tu ainda acreditas que os cágados trepam paredes? Mas alguns dos utentes dos tranportes públicos são Alpinistas.
Beijo
Mãe

Maria disse...

O meu Corvo voou para Tomar. A terra da mãe enfeitiçou-o.
Qualquer dia ainda arranja uma Pata Brava, como eu e depois é que vai ser lindo. Se uma Pata brava já é um perigo, duas juntas na mesma capoeira, coitado do Corvo. Acaba depenado.
Beijos da mãe Pata Brava, com muito orgulho.