Follow by Email

sexta-feira, 9 de abril de 2010

Mata Nacional das Árvores Podres


Considero a conhecida Mata Nacional dos Sete Montes, em Tomar, a mais bela que há por esse Portugal fora, embora existam outras também bonitas.
Mas esta - não sei se é por ser tomarense - tem um encanto especial.

Talvez porque, sendo uma das minhas grandes paixões, constitua uma preocupação: o fogo.
Num país onde os fogos postos vão sendo cada vez mais frequentes, e com a falta de limpeza das matas, qualquer fogacho depressa se transforma num incontrolável fogo.
(toc, toc, toc - na madeira - "Seja o Diacho surdo, cego e mudo")

Ao passear pela mata, encontrei, por algumas vezes, o caminho cortado por árvores caídas. São muitas as árvores que manifestam falta de manutenção. Já para não falar na quantidade de ervas altas que invadem os locais de circulação.

LIMPEM A MATA, ANTES QUE SEJA TARDE. DEPOIS AINDA ALGUÉM DIZ "ARDEU, MAS NÃO DEVIA TER ARDIDO!"

4 comentários:

Maria disse...

Boa Corvo.
Esse medo já me tortura há muitos anos. Parece que para o senhor Corvêlo e sus muchachos, é indiferente que arda ou não. Nada é cuidado, nada se faz, deixa andar que lá está o Gualdim para mudar de lugar. Isso é que interessa. Mexer no que está certo, deixar cair o resto.
Beijinho
Mãe

Corvo disse...

Tudo ao contrário, é o que é.
Beijo.

Laura disse...

Ahhh Corvo, amigo e querido Corvo, sabes que digo? que continuem a manter os presos por delitos graves, enclausurados e com livrinhos para ler e com a tv para assistir,pc para escrever ver filmeas, ah, que rica vida, um dias destes ainda faço alguma para ter essas mordomias sem fazer nenhum... (continuando) a comidinha feita, a sopinha quentinha e, blá blá blá, não seria melhor por os homens na mata a limpar tudo, diz lá? não é maldade querer isto é que na falta de quem o faça e de euros para pagar, os presos nem pagam a comida que comem e as regalias que têm...
Quem se lembra de aprovar isto? os politicos andam demasiado ocupados a ver o saldo deles, enfim..

Corvo disse...

Laura,
Desculpa só agora te responder, pois só agora vi o teu comentário.

Concordo contigo. Os presos podiam muito bem prestar serviços à comunidade, já que lhes pagamos o hotel.
Beijo do Corvo