Follow by Email

domingo, 3 de janeiro de 2010

Parreirinha do Chile


Recentemente, tive de ir fazer um dia de trabalho para os lados da Praça do Chile.
Em tempos, (parece que sou muito velho) frequentava muito essa zona: estive na Alliance Française, tirei a carta ali perto, e ia visitar uma tia-avó que morava na Travessa das Amoreiras a Arroios. Deixei a escola de Francês, tirei a carta, e a minha tia seguiu aquele caminho que todos nós seguimos.
Passaram alguns anos que não andei por aqueles sítios, com algum tempo livre.

No intervalo para almoço desse dia, pensei procurar a tasca que, por vezes, frequentei “nesses tempos”, por ser uma tasca típica de Lisboa.
Cheguei lá, estava aberta, quási lotada, mas – como sou magrinho – ainda consegui entrar. Lá foram as sandochas de torresmos e de bifanas, e o belo penaltie de tintol.

Semelhante à conhecida Tendinha, a Parreirinha do Chile é uma antiga tasca olisiponense.

10 comentários:

Paula Raposo disse...

Não conhecia!! Obrigada pela partilha. A sandes de torresmos parece-me óptima!
Beijos.

Corvo disse...

Como a Hermínia Silva dizia da Tendinha, esta é também uma tasca "de aspecto rasca e banal".

Maria disse...

Meu Corvo

Nunca comi lá torresmos, pois não gosto, mas lembro-me bem da Parreirinha. Passava lá muitas vezes, mas nunca entrei. Nesse tempo, "menina não ia a tascas". O nosso poiso era a Pastelaria "Lua de Mel", ali perto.
Beijinhos
Mãe

Anónimo disse...

Corvo,
Vamos lá um dia destes?
Saudades
Nemy

Corvo disse...

A dita tasca está remodelada e limpa. Já não é tão rasca como outrora.
Havia uma outra Lua de Mel na Rua da Prata, que fechou. (Parece mentira como uma pastelaria com tanto movimento e popularidade tenha fechado).

Beijinhos.

Corvo disse...

Sim, Nemy.

Como disse à Maria, a taberna está remodelada e sana.

Beijos

Sonia disse...

Em que rua fica a parreirinha no chile, fiquei curiosa para conhecer mas ñ consigo saber a morada...

Obrigada

Anónimo disse...

Essa fantástica Tasca fica na Praça do Chile, mesmo em frente á famosa rotunda da estátua.

Anónimo disse...

Pois é todas as quartas-feiras por volta das 16 e qualquer coisa, lá estou eu mais dois ou 3 amigos a comer uma bela bifana ou o dito coirato, na parreirinha do Chile. antes do treino físico tratamos do estómago. Com a companhia do sr. Filipe e do Sr. Cardoso com toda a simpatia nos atendem.

Vasco disse...

Amigo "anónimo",
Grato pelo seu comentário.

Continue a ir à Parreirinha do Chile, porque sem clientes, não há Parreirinha para ninguém.
Eu não vou lá mais, porque nem sempre fica em caminho.

Volte sempre!

Corvo