Follow by Email

quinta-feira, 2 de abril de 2009

Dia da Mentira

Sei que já vou um pouco atrasado, mas ontem ainda não sabia desta história (verídica), para vos contar.
Deixem-me opinar que esta tradição é das mais estúpidas que já se têm inventado, senão, leiam isto:

Ontem, 1 de Abril, o autocarro seguia o seu rumo, recheado de passageiros cansados de um dia de trabalho, numa artéria da Capital. De repente, um taxi coloca-se ao lado deste, junto ao motorista, e o taxista grita:

- Sr. Motorista! O autocarro está a arder lá atrás!

Motorista - Brincalhão do taxista... hoje é dia da mentira... queria que eu caísse na dele!

Por ironia desta tradição, o motor do autocarro tinha mesmo pegado fogo, mas o motorista só acreditou quando ouviu as pessoas do banco de trás a gritar...

Viva o dia da mentira! Que bela tradição! Bravo!!!

7 comentários:

Maria disse...

Corvo:
Faz lembrar a história do pastor e do lobo.
Tradição estúpida e perigosa.
Ainda se fosse o "Dia da Verdade"!
Os outros dias já anda meio mundo a intrujar outro meio.
Beijo
Mãe

Corvo disse...

Pois era! O Dia da Verdade é que era uma coisa bem pensada, para ver se havia menos vigarice.

Beijo.
Filho

Anónimo disse...

Eu acho que devia era haver o dia da dúvida. Ninguém diria nada de concreto, poderia ser verdade ou mentira e sendo assim ficaríamos todos a pensar... é assim todos os dias...mentiras digo eu quando me dizem: Olá! tudo bem? Sim, tudo bem! enfim!

Beijinhos mano

Anónimo disse...

esqueci-me de assinar: Luxa

Corvo disse...

Também não era mal pensado...
Beijinhos.

Maria disse...

Oh meu mentiroso compulsivo, que ficaste no dia das mentiras, já lá vai uma data de dias.
Vê se tens vergonha e conta qualquer coisinha.
Depois do dia das mentiras, já foi a Sexta-feira Santa, o Domingo de Ramos, o dia do beijo, o do café e não sei se mais algum.
Olha para a tua velha mãe, que escreve que se farta, diz os disparates todos que lhe apetece.
Beijo
Mâe

Anónimo disse...

ponha,ponha,ponha,eheheheh!
Gonçalo