Follow by Email

quarta-feira, 4 de maio de 2011

Tomar - Escadinhas da Senhora da Piedade


Passaram alguns meses desde o tornado que devastou parte da Cidade nabantina.
Tomar (e os seus habitantes) tem uma forma parecida com a da natureza - talvez um pouco precionada pela Festa dos Tabuleiros cuja data se aproxima - que, em pouco tempo, recuperou significativamente dos estragos. Como bom exemplo, temos a escola que ficou literalmente sem o andar superior e que já se encontra reconstruída, tal como os telhados de algumas casas afectadas.
No entanto, a Cerca - ou Mata Nacional dos Sete Montes - continua fechada. Há lá dentro máquinas a trabalhar. Pode ser que seja desta que a limpem como deve ser, porque antes do tornado já estava uma vergonha com árvores doentes e a caír de podres, mais os matagais que entopem o caminho e contribuem para possíveis incêndios em tempos de seca.
Outra parte que ainda está por fazer, é a reparação das Escadinhas da Senhora da Piedade que, já antes do tornado não estavam muito conservadas. Depois dele, ficaram no bonito estado que as fotos apresentam. Pela primeira vez, senti medo de as subir.
Há degraus partidos e ocos. Aquilo pode desabar a qualquer instante.
Chegado lá à ermida, falei com o senhor que está lá de guarda, que me informou que a Câmara vai fazer obras na escada, de maneira a que fique pronta em Setembro.

3 comentários:

Maria disse...

Meu Corvo
As escadinhas que, alguém já desaparecido, subiu um dia de joelhos, estão um horror. Nem a minha Nana as subiria agora. Felizmente, a capelinha ficou bem.
Será que em Setembro as escadinhas estarão prontas? É altura do Círio da Senhora, festa mais pequenina do que os Tabuleiros mas, com muitos romeiros.
Beijinhos
Mãe

Corvo disse...

Não me parece que em quatro meses consigam fazer alguma coisa de geito, pelo estado deplorável em que as escadinhas se encontram, mas vamos esperar para ver.

jose garrido disse...

Amigo Corvo, boa tarde.
Quase nada é impossivel,mas tenho que admitir que a obra é grande e deverá ser bem feita. O tempo realmente parece-me apertado.
Mas Deus queira que consigam.
Vale a pena, é muito bonito e é mais uma varanda sobre a linda cidade de Tomar.