Follow by Email

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Cervejaria da Trindade


Situa-se no local do antigo Convento da Santíssima Trindade, fundado por Frei Martim Anes, Frei Estêvão de Santarém e Frei João Franco, em 1294, inaugurado pela Rainha Santa Isabel, em1325, destruído parcialmente por um incêndio em 1708 e quási totalmente em 1755 (diz-se que daí nasceu a expressão “caíu o Carmo e a Trindade”). Mais tarde, em 1766, pouco tempo depois da recontrução, outro incêndio encarregou-se de voltar a destruír parte do edifício. Em 1834 dá-se a extinção das Ordem Religiosas e, mais uma vez, o Convento é alvo de destruição. No fim desse mesmo ano Manuel Moreira Garcia cria nesse local uma fábrica de cerveja. Passados dois anos o industrial aluga dois lotes de terreno e as ruínas que nele se encontravam. Aí construíu o edifício onde passou a funcionar a fábrica de cerveja, aproveitando as paredes e os azulejos dos restos das construções antigas. Em 1840 é aberto um balcão de venda directa de cerveja ao público.

É um dos mais antigos e conhecidos restaurantes de Lisboa, famoso pela cerveja e pelo Bife à Trindade.

Sem dúvida, um local digno de ser visitado.

5 comentários:

Maria disse...

Meu Corvo
Estou a gostar. Podes seguir.
É preciso que alguém, continue a falar de Lisboa.
Beijinhos

Mãe

Corvo disse...

Maria, minha Mãe,

Sei muito pouco sobre Lisboa, por isso, poucas vezes falo.
Mas, se Santo António ajudar e Deus quiser, daqui por algum tempo vamos voltar a ouvir falar mais de Lisboa.

Beijos.

Francisco Castelo Branco disse...

é um classico esta cervejaria.

Boa comida

Paula Raposo disse...

Nem mais!!
Há anos que lá não vou e tenho pena.
Beijos.

Corvo disse...

Nem sequer é preciso almoçar ou gastar muito dinheiro para lá ir. Aqui há dias, por três euros e tal, comi um belo cachorro quente (uma das especialidades) e uma imperial com direito a tremoços.